Um dos grandes objetivos de todo empreendedor é conseguir tornar o seu negócio mais competitivo no mercado. Quando a gestão da cadeia de suprimentos é bem realizada, os resultados de todas as empresas envolvidas são aprimorados e passam a competir como um grupo, em vez de isoladamente, o que potencializa ainda mais a sua vantagem no segmento de atuação. 

No post de hoje vamos oferecer algumas dicas que irão contribuir para otimizar a cadeia de suprimentos e garantir melhores resultados. Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe a seguir.

Maior controle sobre os fornecedores

Para otimizar a gestão da cadeia de suprimentos, não basta monitorar os preços e prazos praticados pelos seus fornecedores. Para garantir que a qualidade dos produtos e serviços se origine no início, o ideal é criar programas de desenvolvimento para as empresas que desejam fornecer para o seu negócio.

Uma política de desenvolvimento de fornecedores pode envolver a exigência de certificações de qualidade, práticas sustentáveis e constante qualificação. Tudo isso, é claro, além do monitoramento constante de suas atividades. 

Aprimorar processos internos da gestão da cadeia de suprimentos

É de fundamental importância aumentar o nível de exigência de fornecedores e parceiros quando o que se deseja é obter melhores resultados. Contudo, essas mudanças só são eficazes quando os processos internos são avaliados e aprimorados.

É necessário buscar soluções que contribuam para o aumento da produtividade, redução de desperdícios e custos, eliminação de etapas desnecessárias e adoção de melhores práticas de mercado.

CTA - e-book estoque - p

Otimizar a previsão de demandas

A melhor maneira de aprimorar os resultados em vendas e reduzir os custos com estoque desnecessário de materiais é através de análises mais assertivas sobre a previsão de demanda. É preciso analisar o histórico de vendas, melhorar o fluxo de comunicação com a área comercial — que pode contribuir com informações mais precisas sobre a procura dos clientes — e, principalmente, prever a sazonalidade de certos itens.

Promover a integração entre os elos da cadeia

Para otimizar a cadeia de suprimentos, o compartilhamento de informações é primordial. A empresa precisa manter a comunicação fluida entre seus setores, porém, precisa também se certificar de que seus fornecedores e parceiros estão atualizados a respeito do planejamento, o que faz com que o intercâmbio de dados precise ocorrer em tempo real.

Por exemplo: no momento que a previsão de demanda foi realizada, os fornecedores de produtos ou matérias-primas precisam ser acionados para garantir que a necessidade será suprida; os fornecedores de embalagem precisam estar cientes da produção necessária e os prazos de entrega; a equipe de estoque deve ser comunicada a respeito do volume de recebimentos; o setor de vendas possui a programação e já pode acionar a logística a respeito das rotas de entrega e a necessidade de veículos para distribuição.

Como uma cadeia de suprimentos envolve os fornecedores e parceiros de uma empresa, além de adotar medidas que contribuam para os resultados internos, é necessário também planejar e monitorar ações que envolvam os outros elos integrantes dessa rede. Assim, é possível obter resultados que irão impactar positivamente de ponta a ponta no processo produtivo.

Gestão da cadeia de suprimentos com sistema ERP

A tecnologia pode ser uma grande aliada para a gestão da cadeia de suprimentos, tornando-a ao mesmo tempo mais eficiente e barata. Você sabia que existem sistemas de alto nível no mercado que analisam as informações da cadeia de suprimento automaticamente e enviam alertas seguros aos gestores, fornecedores, parceiros e demais setores envolvidos no processo? O Advanced Business ERP, por exemplo, foi especialmente pensado para empresas que almejam uma solução completa, mas sem muita complicação no manejo da ferramenta e com um grau de investimento perfeitamente viável. 

demonstração Sistema integrado de gestão empresarial

Demonstração Grátis