Conheça o melhor Sistema ERP para Indústrias e Distribuidoras


Ter excesso de estoque é um problema de logística que ocorre em grande parte das empresas que não implementam processos inteligentes e modernos de gestão de estoque

Produtos em excesso, parados e sem circulação é sinônimo de custos elevados, que podem envolver gastos com armazenamento, espaço indevidamente ocupado e, eventualmente, prejuízos financeiros.

E essa combinação de elementos pode acabar gerando muita dor de cabeça para as empresas, além de prejudicar processos e comprometer a eficiência operacional, etc. 

Se você quer evitar excesso de estoque na sua empresa, continue lendo o nosso artigo e confira as medidas mais indicadas para solucionar esse problema. Vem com a gente!

O Que É O Excesso De Estoque? 

Excesso de estoque ocorre quando uma empresa possui mais mercadorias ou produtos armazenados do que a demanda do mercado ou das suas necessidades operacionais.

Isso pode resultar em prejuízos financeiros, pois o capital da companhia está vinculado a um estoque não vendido, impossibilitando o investimento em áreas de maior necessidade. 

O excesso de estoque acarreta também em custos adicionais relacionados ao armazenamento e perdas devido à obsolescência, impactando na rentabilidade da empresa.

Quais As Principais Causas Do Excesso De Estoque?

Excesso De Estoque

Há muitas causas do excesso de estoque em uma companhia. Listamos os principais motivos logo abaixo, confira:

Produção Mal Planejada

Uma das principais causas do excesso de estoque é a produção mal planejada, ou seja, quando ela não está alinhada com a demanda do mercado, levando a um acúmulo de mercadoria em estoque. 

Isso pode ocorrer em razão de dados imprecisos ou mesmo pela ausência de uma previsibilidade maior sobre as necessidades produtivas ou demanda dos clientes. 

Erros de Comunicação

Outra causa do excesso de estoque é devido a falhas na comunicação entre diferentes departamentos da empresa, como vendas, marketing e produção, resultando em pedidos em excesso. 

Nesse sentido, essa situação acontece quando as previsões de vendas não são precisas ou quando os setores não compartilham dados de maneira adequada. 

Gestão de Inventário Ineficiente

A gestão de inventário é essencial na administração de estoques, já que esse processo faz a classificação de produtos, proporcionando uma visão mais detalhada sobre seu catálogo de mercadorias.

Quando não há um gerenciamento eficiente, é possível que ocorra diversos erros, como a falta de distinção entre as quantidades disponíveis e os códigos de produtos, por exemplo. Dessa forma, essa falta de precisão pode gerar confusão nos processos de vendas, gerando excesso de estoque

Falta de Integração entre Canais

A falta de coordenação entre os diferentes canais de vendas, como lojas físicas e online, também é uma das causas do excesso de estoque

Muitas empresas que não conseguem sincronizar adequadamente seus canais podem ter dificuldades em alocar estoque conforme a demanda altera entre os canais.

Quais Os Impactos Negativos Do Excesso De Mercadorias No Estoque?

Excesso De Estoque

Além de não ser benéfico em termos organizacionais e operacionais, ter um estoque sem controle e com excesso de mercadorias, existem outros pontos que podem atrapalhar o bom funcionamento do seu negócio, que são:

  • Danificação ou Deterioração dos Produtos: áreas como a alimentícia e a farmacêutica, por exemplo, que trabalham com produtos perecíveis devem estar ainda mais atentos à rotatividade dos itens estocados;
  • Fluxo Contraprodutivo: com grandes quantidades dispostas no estoque, torna-se mais difícil ter acesso a itens ou formar planos eficientes sobre localização, armazenamento estratégico, extração, entre outros;
  • Aumento de Gastos: quanto maior for o excesso do estoque, mais mão de obra e equipamentos serão necessários para que seja feita a logística adequada desses materiais;
  • Prejuízos na Imagem do Negócio: como a desorganização atrapalha os processos de envio e de pedidos, é muito provável que os índices de insatisfação também aumentem. 

Causando impactos ainda mais danosos em caso de e-commerce, onde as relações são digitais e há compartilhamento de opiniões sobre o atendimento, a qualidade dos produtos e mais.

Como Calcular O Excesso De Estoque?

Para calcular o excesso de estoque na sua empresa, você deve utilizar a seguinte fórmula:

Estoque Atual – Demanda Prevista = Excesso de Estoque 

Para você entender, o estoque atual é a quantidade de produtos armazenados no momento; já a demanda prevista é uma estimativa da quantidade de vendas em um determinado período. Ao utilizar esse cálculo, é possível conhecer o cenário do seu estoque, o que facilita a realização dos ajustes das quantidades ideais.

O Que É Estoque Parado E Suas Consequências?

O estoque parado está relacionado com produtos ou mercadorias que não possuem movimentação ou demanda relevante, permanecendo armazenados por um período prolongado. 

As consequências do estoque parado são, basicamente, as mesmas do excesso de estoque, que é a imobilização do capital da empresa, que poderia ser usado de forma eficiente em outros setores, além da obsolescência dos produtos e da ineficiência operacional.

Como Fazer Um Gerenciamento De Estoque Eficaz?

Para fazer um gerenciamento de estoque eficaz, o ideal é levar em consideração alguns aspectos, como analisar as demandas com base em dados históricos e tendências de mercado em cada período.

Além disso, é importante realizar ainda auditorias periódicas para assegurar a precisão dos registros e identificar mercadorias obsoletas ou de baixo desempenho.

Tenha também uma política de reabastecimento com critérios claros para classificar os produtos com base em pontos de reposição e estoque mínimo. Somado a isso, priorize fornecedores confiáveis para garantir entregas pontuais e negocie acordos de fornecimento vantajosos.

Não deixe de utilizar a tecnologia ao seu favor, pois, hoje em dia, há muitos sistemas de gestão de estoque que automatizam processos e integram dados de diferentes setores, tornando o gerenciamento dos armazéns muito mais eficaz.

Faça também a otimização do layout do armazém, priorize produtos com datas de validade mais próximas para evitar perdas e antecipe variações sazonais para ajustar o estoque de acordo com as demandas do mercado e com as necessidades operacionais da sua empresa. 

Curva ABC: Como Utilizar Na Gestão De Estoque?

A curva ABC é uma metodologia que faz a classificação e gestão de estoque, dividindo os produtos em três categorias a partir da sua relevância. 

A categoria A, por exemplo, são aqueles itens com alta demanda e valor significativo. Já a categoria B abrange produtos de média importância. No caso da categoria C, os produtos têm baixa importância.

Você pode utilizar essa classificação para alocar os recursos de maneira adequada, priorizando os produtos com maior relevância e evitando a falta ou mesmo o excesso de itens, que pode acarretar em prejuízos financeiros. 

A curva ABC também pode ser usada para evitar que a empresa invista em produtos que têm giro baixo. A vantagem dessa estratégia é que você consegue otimizar a gestão de inventário, reduzir custos e garantir que os produtos mais críticos estejam sempre disponíveis para atender à demanda. 

O Que É Acuracidade De Estoque E Importância?

A acuracidade de estoque é, basicamente, a precisão dos registros e o alinhamento entre o que está registrado no sistema de gestão de estoque e o que de fato está fisicamente presente no estoque. O acompanhamento desta métrica é essencial, já que ela impacta diretamente a eficiência operacional e a satisfação do cliente. 

Para você entender, um nível elevado de acuracidade de estoque significa que a empresa possui dados precisos sobre a quantidade de produto disponível em seus estoque, reduzindo o risco de pedidos errados, atrasos nas entregas e perda de vendas. 

A acuracidade de estoque possibilita tomada de decisões informadas, auxilia no planejamento de compras, evita excesso de estoque e garante que os produtos estejam disponíveis quando os clientes precisarem. 

Como Evitar o Excesso De Forma Inteligente?

Para evitar o excesso de estoque de forma inteligente e eficiente, confira as melhores dicas:

1. Invista Em Promoções E Descontos

Esse certamente é um dos métodos mais conhecidos e eficientes para corrigir a sobra indevida de estoque. 

Sabendo quais são os produtos em excesso, o lojista pode considerar reduzir seu preço final de venda ou ainda oferecer melhores condições no pagamento a prazo, por exemplo.

O principal ponto positivo dessas ações é que elas não só ajudam a mitigar o problema como também contribuem para a criação de iniciativas de marketing positivo para a empresa. Isso acontece, pois promoções são grandes atrativos para os clientes, ajudam a fidelizar o público e, de maneira geral, expõem a marca.

No entanto, vale ressaltar que as promoções para limpar o estoque não devem se tornar uma rotina. Essa é apenas uma solução paliativa que permite a implementação de novas práticas de organização e manutenção do seu estoque.

Pois, quando um produto é vendido por preços abaixo do que foi planejado inicialmente, o lucro é menor do que o esperado, gerando impactos negativos nos números. Por isso, caso se torne recorrente, esse cenário pode deixar de ser benéfico e se transformar em mais um problema para a empresa como um todo.

2. Crie Kits E Combinações Que Atraem Vendas

Outra maneira de se desvencilhar de determinados produtos e abrir espaço no seu armazenamento é oferecê-los junto a itens similares que sejam mais populares entre a sua clientela. O propósito desta iniciativa consiste em unir produtos com grande procura com outros cujas vendas são mais raras.

Assim, uma loja de equipamentos para bicicletas, por exemplo, que tem alta procura e conversão em capacetes, porém encontra problemas com a saída de luvas, pode unir esses dois elementos em uma única oferta que seja chamativa. 

Essa ideia é muito comum e praticada por diversos segmentos porque os clientes costumam se tornar mais dispostos a levar um item secundário sabendo que haverá economia sobre o preço de cada produto.

Contudo, é preciso ter cuidado para que nenhuma legislação seja infringida. Afinal, é proibido fazer a comercialização de um item que esteja atrelado à aquisição de outro produto. 

Esse fenômeno é conhecido como venda casada e tem duras penas no Brasil. Sendo assim, sempre deixe claro que há vantagens na compra de kits, mas que há sempre a opção de adquirir apenas um item.

3. Promova Integração Entre Os Setores

Para que qualquer negócio prospere, é fundamental que todas as áreas estejam integradas e trabalhando em consonância. E quando o assunto é excesso de estoque, é simplesmente impossível ignorar que a responsabilidade da sua gestão não é apenas da logística. Essa tarefa também deve ser compartilhada com a equipe de vendas, por exemplo.

Portanto, é essencial que os colaboradores desse setor tenham um bom conhecimento do que pode ser vendido, dos itens que estão em falta e dos produtos em excesso que estão acumulando no estoque. 

E isso, claro, só é possível com uma comunicação constante entre as duas áreas e com o uso de ferramentas que facilitem o trabalho, como os sistemas ERP para diferentes setores.

Dessa forma, promova reuniões entre as equipes direta ou indiretamente envolvidas com a gestão do estoque e incentive o diálogo constante. 

No meio do caminho, caso um produto em especial demonstre mais problemas para ser vendido, teste fazer um treinamento rápido com sua equipe de venda, mostrando as características desse item e como ele pode ser mais facilmente vendido. 

Assim, os vendedores serão capazes de apresentar o produto em excesso para compradores indecisos e melhorar suas vendas.

4. Entenda Os Processos Da Empresa

Até aqui, foram apresentadas medidas consideradas mais emergenciais para lidar com o excesso de produtos no estoque. Mas como definitivamente não é por acaso que a sabedoria popular afirma ser melhor prevenir que remediar, mais importante que saber dar vazão a produtos estagnados na prateleira é saber como evitar que esse problema aconteça.

Nesse contexto, o primeiro passo na prevenção do excesso de estoque consiste em desenvolver uma visão clara sobre o que está sendo armazenado. 

Sendo assim, analise e quantifique os produtos e em quais condições isso é feito. Ter esse panorama é a base do conhecimento necessário para que haja uma a detecção de excessos ou faltas antes de se tornarem prejudiciais.

Partindo desse movimento, tão relevante quanto ter um panorama mais amplo sobre o assunto é preciso saber como se dá a movimentação dos itens. O que tem mais saída e que, portanto, deve ser reabastecido com maior frequência, por exemplo. O contrário também deve ser observado.

Feito isso, fica muito mais simples identificar quais produtos estão sendo produzidos ou em excesso precisam ser encomendados com uma frequência menor ou se existem produtos perecíveis com risco de perderem a validade. 

Responder cada uma dessas questões deve ser tratado de forma estratégica, com seu funcionamento subordinado aos objetivos gerais do negócio.

5. Automatize Tarefas Do Dia A Dia

Empregar a tecnologia a favor da empresa, com um bom software de gestão é uma das alternativas mais inteligentes nesse quesito. 

Por isso, opte por uma ferramenta que una informações relativas à quantidade e localização dos produtos em uma única plataforma, ao mesmo tempo, em que integra os dados de áreas diferentes, gerando uma visão ampla e completa de tudo.

Dessa forma, os dados referentes a cada setor são compartilhados, possibilitando que todos os responsáveis estejam a par dos pontos que merecem mais atenção. Um bom exemplo disso é a antecipação de reposições em caso de vendas massivas ou não renovar pedidos para itens que não estejam com boa saída.

Além disso, os melhores softwares de gestão, como os nossos sistemas ERP, ainda oferecem ferramentas eficientes como tabelas e gráficos de movimentação de produtos ou mesmo avisos automáticos de itens em falta, produtos em excesso ou próximos à data de validade.

Conclusão

Agora que você sabe o que é excesso de estoque e como lidar com essa área da sua companhia, aplique os conceitos mencionados no nosso post para otimizar seu estoque e transformá-lo em um setor mais completo e eficiente. 

Lembre-se que o organismo corporativo funciona em conjunto e todas as peças devem estar em consonância para que tudo aconteça corretamente.

E se você quiser saber ainda mais sobre estoque, gestão empresarial, setor financeiro e mais, continue explorando o nosso blog para ficar por dentro das melhores técnicas que irão revolucionar a sua empresa.

Aproveite e conheça as soluções da ADV Tecnologia, que possui um software certo para  a sua empresa, que engloba as mais diversas particularidades da gestão de estoque. Entre em contato conosco e faça uma demonstração gratuita preenchendo o formulário abaixo!


    Acesse agora a Demonstração Grátis

    Descubra como transformar a gestão da sua empresa

    Sistema de gestão completo, fácil de instalar e simples de usar, faça uma demonstração gratuita

    Área de Atuação




    Demonstração Grátis