Sistema ERP para Indústrias e Distribuidoras

eSocial: minha empresa precisa aderir?

  • Home
  • eSocial: minha empresa precisa aderir?
eSocial: minha empresa precisa aderir?

Com tantas obrigações fiscais, às vezes é difícil lembrar de tudo. Agora, o assunto do momento é o eSocial (Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas). Desde o início do ano, os prazos do governo federal tem chegado ao fim.


Mas, afinal, minha empresa precisa aderir ao sistema do eSocial? Para quê serve? Quais são vantagens? E o prazo? Leia esse artigo até o fim e tire todas suas dúvidas!


Confira:


O que é o eSocial?

Desde 2014, o governo federal vem postergando a implantação desse sistema. Mas agora é  pra valer. O eSocial nada mais é que um “administrador” de informações sobre os trabalhadores de uma empresa.


A ideia do governo é que todas as informações coletadas pelas empresas componha um banco de dados único. Com isso, os dados de  40 milhões de trabalhadores estarão integrados com mais de 8 milhões de empresas.


Na prática, o eSocial reduzirá custos e o tempo gasto pelo departamento de contabilidade, responsável por 15 obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas.


Qual o prazo?

Desde 8 de janeiro deste ano, todas as empresas com faturamento anual maior que R$ 78 milhões foram obrigadas a usar o eSocial para registrar as informações de seus colaboradores.


Para as micro e pequenas empresas, o prazo para aderir ao sistema é até novembro. No início, as PMEs e MEI deveriam se cadastrar até 1º de julho.


O governo espera com a eSocial um aumento de R$ 20 milhões por ano na arrecadação, já que não haverá tantos erros em folhas de pagamento. Isso faz com que as empresas hoje paguem menos do que o devido ao poder público.


Quais são as vantagens?

Segundo o governo federal, o eSocial diminuirá os erros nos cálculos que ocorrem na geração de guias de recolhimento do FGTS e outros tributos. Com o sistema haverá mais segurança e as empresas ganharão em produtividade.


Além disso, a plataforma oferece um registro imediato de novas informações, como, por exemplo, a contratação de um colaborador, e a disponibilização dos dados aos órgãos envolvidos.


“Esse formato foi organizado com o objetivo de disponibilizar uma plataforma de serviço simplificada, desburocratizada e adequada à realidade do setor empresarial brasileiro”. informou o governo.


Para o colaborador, o sistema trará uma maior garantia sobre seus direitos trabalhistas e previdenciários. O governo também afirma que haverá uma maior transparência sobre as informações de seus contratos de trabalho.

Clique para Ligar
Fale por WhatsApp