Como diminuir o índice de rotatividade em sua empresa?

/, Noticias/Como diminuir o índice de rotatividade em sua empresa?

Muito provavelmente você já ouviu falar sobre o índice de rotatividade. Talvez até já tenha feito esse cálculo em sua empresa! Mas você sabe como realmente determinar esse valor, quais são os seus prejuízos e como diminuir as despesas com essa taxa em seu negócio?

No artigo de hoje, nós vamos falar sobre o que é a rotatividade, como calculá-la e o que fazer para que esse índice não ultrapasse um valor saudável em sua empresa. Continue a leitura para saber como melhorar os seus resultados em gestão de pessoas!

 

O que é rotatividade?

O índice de rotatividade retrata o cenário do seu negócio em relação à saída e entrada de novos colaboradores, e é conhecido também como turnover. Podemos dizer que calculando a rotatividade você fica sabendo o quanto a sua empresa troca de colaboradores em determinado período de tempo.

Para calculá-lo é simples: você deverá somar quantas admissões e demissões foram feitas em sua empresa durante certo período e dividir o resultado por dois. O valor que você encontrar deverá ser dividido pelo número total de colaboradores em sua organização e, depois, multiplicado por cem. Assim, você encontra a porcentagem que indica o índice de rotatividade em seu negócio.

Um valor saudável varia de empresa para empresa. Mas você pode ter certeza que se o seu índice de rotatividade está muito alto, temos um problema! O turnover pode trazer uma série de prejuízos para a organização, e eles vão muito além dos custos financeiros. Vamos falar um pouco sobre o quanto o seu negócio pode sofrer com a alta rotatividade no próximo tópico!

 

Quais são os prejuízos de um índice de rotatividade alto?

Vários gestores não pensam sobre os prejuízos que a substituição constante de colaboradores pode trazer para a organização. Mas eles são muitos e capazes de gerar um impacto negativo enorme na empresa!

Quando falamos nas despesas financeiras geradas pelo alto turnover, podemos citar as seguintes:

  • custos trabalhistas relacionados ao desligamento dos colaboradores;
  • gastos com os processos de recrutamento e seleção, que incluem o tempo do recrutador responsável e do gerente da área;
  • despesas com treinamento e capacitação do novo colaborador, dentre outros.

Mas a rotatividade não gera apenas prejuízos financeiros. Existe uma série de consequências negativas quando essa taxa está acima de um valor considerado saudável. Elas incluem:

  • desequilíbrio na equipe com a saída e entrada do novo colaborador, podendo prejudicar o clima organizacional;
  • diminuição da produtividade até o novo colaborador estar completamente adaptado ao trabalho que deverá desenvolver;
  • falta de engajamento dos profissionais com a empresa e muito mais!

 

Como diminuir a rotatividade na empresa?

Agora que você já sabe quais são os prejuízos de uma alta rotatividade em sua empresa, com certeza está interessado em entender o que deve fazer para diminuir esse índice, certo?

Existem algumas práticas que você deve adotar que vão desde a contratação até a gestão dos seus colaboradores. Vamos falar sobre algumas delas!

 

Conheça as causas da rotatividade

O primeiro passo antes de tomar qualquer atitude é conhecer as causas da rotatividade. E, apesar de te ajudar nesse mapeamento, isso não se faz apenas através das entrevistas de desligamento!

Para realmente ter uma informação real para trabalhar, você precisa adotar a gestão de pessoas baseada em dados em sua empresa. Através dessa estratégia, você vai conseguir identificar padrões relacionados à saída de colaboradores em sua empresa e entender o que pode estar gerando um alto índice de rotatividade. Depois disso, você pode antecipar ações que com certeza vão impactar em uma redução desse índice!

O que nós estamos dizendo é que você não pode começar um plano para diminuir o turnover em sua empresa no escuro. Você precisa de informações concretas para saber onde agir e o que fazer!

 

Faça contratações assertivas

Entre as maiores causas de um alto índice de rotatividade estão as contratações erradas. Afinal, não adianta contratar um candidato que se mostra tecnicamente perfeito mas que não se adapta ao dia a dia da empresa.

A definição do qual é o colaborador certo para a sua empresa começa antes mesmo do processo de recrutamento e seleção! É importante que você desenhe o perfil ideal para a vaga que irá se abrir: quais são as características comportamentais e as competências fundamentais para que o colaborador esteja adequado à cultura organizacional, à equipe e à função que será desempenhada?

Depois disso, você precisa analisar, durante o processo seletivo, quais candidatos atendem aos requisitos da vaga. Para isso, é importante que você aplique um teste de perfil nos candidatos para ter em mãos os mapeamentos comportamentais e as competências de cada um durante as entrevistas e para a decisão final.

 

Desenvolva a Gestão Comportamental

Outro ponto fundamental é desenvolver a Gestão Comportamental em sua empresa. Através dela, você vai conseguir realocar os colaboradores certos nas funções certas, desenvolver treinamentos assertivos, atuar para o desenvolvimento dos colaboradores e, consequentemente, para o engajamento no trabalho.

Assim, além de diminuir a taxa de rotatividade, já que os seus colaboradores estarão satisfeitos em sua empresa, você ainda ajuda a melhorar o desempenho dos profissionais e aumenta a produtividade das equipes.

Entendeu o que fazer para diminuir o índice de rotatividade em sua empresa? Como falamos, uma prática importante para isso é promover treinamentos que realmente façam a diferença para os seus colaboradores. Por isso, preparamos um ebook que vai te ajudar a entender como planejar treinamentos por perfil de equipes. É só clicar aqui para baixar gratuitamente!

Por | 2018-06-25T10:00:26+00:00 25/06/18|

Deixe seu comentário

Atenção: Os comentários abaixo são de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não representam, necessariamente, a opinião da ADV Tecnologia.

Ligue Agora: (11) 2261-4000 Fora do Estado de SP: 0800 818 2804