O centro de custo é uma das diversas ferramentas de gestão empresarial para impulsionar um empreendimento, com base em organização e planejamento. Apesar de ser amplamente importante para os processos corporativos de empresas de todos os segmentos, ainda existem muitas dúvidas sobre o tema.

Há, ainda, pessoas que desconhecem essa estratégia. Os empreendimentos que se preocupam em entender e aplicar as técnicas do centro de custo usufruem de um aumento de bons resultados. Foi pensando em tudo isso que a ADV Tecnologia reuniu os principais tópicos sobre o assunto para você ficar por dentro.

Nesta publicação, você entenderá o que é centro de custo, os tipos, a relação com centro de resultados e a ajuda no processo financeiro de uma empresa. Além disso, também abordaremos sobre as maneiras de definir os centros de custo adequado para uma empresa.

Inclusive, falamos um pouco mais sobre gestão neste post: O que você precisa saber sobre gestão de estoque e compras. Não deixe de conferir!

Afinal, o que é centro de custo?

Centro de custo é um instrumento que faz parte da gestão de custos de uma empresa que, por sua vez, está relacionada aos processos de gestão empresarial em que um negócio está inserido. Em conceitos separados, a gestão de custos é um conjunto de atividades com objetivo central de organizar a saúde financeira de uma empresa, estabelecendo processos para que tudo seja feito adequadamente e de forma ordenada.

Com essa breve descrição, conseguimos ter noção sobre a importância da gestão de custos para uma empresa. Mas e o centro de custo, onde fica nessa história?

Bom, basicamente, o centro de custo é o que faz as etapas e processos acontecerem na prática. É como se a gestão de custo fosse um conceito e o centro de custo, o meio para alcançar os objetivos. É ele quem setoriza a empresa a depender dos projetos e setores, podendo ser uma setorização tanto operacional quanto financeira. Cada centro de custo obtém um conjunto de responsabilidades sobre cada parta da empresa.

De maneira geral, podemos dizer também que o centro de custo é uma forma de melhorar os resultados de uma empresa. Inclusive, temos um post especialmente dedicado ao assunto, confira: “Dicas valiosas para potencializar os resultados do seu negócio”.

Conheça os tipos de centro de custo

Em geral, há dois tipos de centro de custo, os produtivos e os não produtivos, também podendo ser chamados custos diretos e indiretos. Os centros de custo produtivos são aqueles departamentos com impacto direto na receita geral e lucro de uma empresa. Na prática, podemos dizer que o setor de vendas faz parte do centro de custo produtivo ou direto.

Os centros de custo não produtivos, em contrapartida, são aqueles com relação e influência indireta com os lucros empresariais. É o que acontece com os departamentos administrativos, por exemplo, que, apesar de importantes, não geram receita direta para um negócio. Isso não quer dizer que sejam menos importantes ou dispensáveis, muito pelo contrário. Tratam-se de setores essenciais para que uma empresa se mantenha.

Essa é apenas a forma que o centro de custo atua para entender as despesas que os departamentos trazem a uma organização. No caso desses centros não produtivos, é interessante que aconteça a divisão das despesas em outros centros administrativos de forma que haja organização em todas as etapas necessárias.

Centro de custo e centro de resultados: qual a relação?

A relação dessas duas estratégias são bem próximas, trabalhando juntas para o objetivo comum de melhorar a saúde financeira de um negócio, mas elas, definitivamente, não são iguais. Como o próprio nome sugere, o centro de resultados opera na produção financeira de cada setor empresarial, enquanto o centro de custo opera nas despesas geradas por toda instituição.

Ambas ferramentas trabalham junto à gestão financeira, ocupando a função de manter questões monetárias em um nível saudável para uma organização. Sabendo sobre a importância disso, é essencial que haja o fortalecimento dessa e outras gestões, junto às ferramentas que colocam os objetivos em prática.

Com uma boa e devida operação dos centros de custo e resultados, é possível observar um aperfeiçoamento nos processos empresariais e melhora na lucratividade da empresa.

Quer mais dicas para ter um empreendimento de sucesso? Confira nosso post e fique por dentro!

Como o centro de custo pode auxiliar na gestão financeira da empresa?

Com o centro de custo, os processos de gestão são mais facilitados e assertivos, especialmente na hora de alcançar os objetivos almejados pela gestão financeira. A seguir, listamos as principais vantagens do centro de custo para que você possa avaliar:

  • análise e resumo sobre despesas para cada departamento em um período estipulado;
  • ajuda na organização das etapas de controle financeiro;
  • agilidade e assertividade nas tomadas de decisões;
  • aumento de qualidade nos processos e resultados;
  • auxílio nas definições de metas e objetivos;
  • auxílio na precificação de produtos e/ou serviços.

Mais do que isso, o centro de custo ajuda a dar mais liberdade e autonomia para os setores, uma vez que opera de forma desprendida em cada departamento.

Como utilizar o centro de custo em seu negócio?

Para estruturar um plano de centro de custo, é importante, antes de mais nada, decidir da melhor maneira como será dividido o escopo financeiro, de forma que haja organização de gastos e ganhos. Um bom exemplo de divisão de centros de custo para empresas de pequeno a médio porte é: estoque, vendas e administrativo.

O próximo passo é fazer uma lista completa com receitas e despesas para cada um dos departamentos, pensando em organizar os ganhos provenientes de aplicações, vendas e demais fontes de receita. Posterior a isso, é o momento de distribuir as despesas e receitas por centro de custo.

Também é essencial que haja acompanhamento de resultados de modo que a gestão financeira esteja em constante manutenção, aperfeiçoando os desempenhos do seu empreendimento.

O centro de custo é essencial para que haja saúde financeira do seu negócio e, agora que você sabe as principais informações sobre o assunto, é hora de colocar em prática. Aproveite e confira nosso blog com mais dicas e informações sobre o universo da gestão empresarial.

Até a próxima!

Demonstração Grátis