Cadastre-se e assista uma demonstração online

Demonstração Interativa

Acesse e conheça todos os detalhes do software Advanced Business ERP

Advanced Business E.R.P

Feeling ou análise da informação: em que basear suas decisões

Feeling ou análise da informação: em que basear suas decisões

Essa questão não é nova e, atualmente, tem sido alvo de muitos artigos e comentários, gerando certa indecisão nos donos e gestores de pequenos negócios — mesmo aqueles com seus planos bem definidos e estratégias bem traçadas para conduzir o negócio. Para conseguirmos tomar boas decisões é imprescindível que tenhamos um alicerce sólido, e neste post vamos entender como a análise da informação e o feeling podem nos dar essa base.

No atual cenário, é preciso mesclar essas duas “ferramentas” para que obtenhamos os melhores resultados possíveis, mas, para isso, precisamos considerar alguns pontos importantes. Veja quais são eles!

Falta de informação

Esse é um aspecto que tem um grande peso nas tomadas de decisão, porque o gestor ou dono do pequeno negócio nem sempre tem todas as informações necessárias ou as mais relevantes para se decidir por determinada ação. E, com isso, o que acontece é uma decisão baseada quase puramente no feeling.

Dizendo dessa maneira parece ser simples, mas não é. Uma decisão errada pode ter um alto custo para a empresa, que pode variar desde um cliente insatisfeito até o encerramento das atividades. De forma alguma queremos isso para o nosso negócio, não é? Pode parecer assustador, mas é a realidade, já que a decisão baseada no feeling é muitas vezes um palpite atrelado a sentimentos e opiniões que, muitas vezes, não refletem a realidade.

Qual o grande perigo de agir dessa forma? Pense em um prédio em chamas: você tentaria sair do prédio ou tentaria apagar o fogo com um balde? Se tentar apagar o incêndio, vai desperdiçar recursos (energia e oxigênio) de forma desnecessária e sem retorno, além do final possivelmente trágico. Embora seja uma situação extrema, trazer isso para o ambiente da sua empresa pode te ajudar a ver de forma mais clara o peso de um erro na tomada de decisão.

Precisamos admitir: nosso amor pelo negócio pode prejudicar nosso julgamento. É fato que nem sempre vamos gostar de tomar determinada decisão ou de fazer uma mudança, mas, como dissemos, nem sempre vamos ter todas as informações necessárias e relevantes. É nessa hora que se faz necessário um sistema gerencial de qualidade, que seja simples para que os líderes tenham todos os dados disponíveis.

Busque informações necessárias

Existem alguns sistemas que trazem algumas soluções, mas é importante lembrar que já existem processos bem definidos para a gestão da empresa, e o necessário agora é aprimorar o processo com informações relevantes. Para isso, é essencial um software eficiente, completo e que seja simples de usar, já que o objetivo é tomar as melhores decisões com base em informações mais completas, mas sem desperdiçar tempo.

Se você estiver se perguntando o que é ou como funciona um sistema ERP, uma coisa é fundamental saber: esse sistema evita retrabalho! E isso já é um ganho enorme, pois esse tempo pode ser usado para dedicar-se a um novo projeto, gerar melhorias ou outra tarefa que agregue mais valor ao negócio — recebendo, inclusive, alertas inteligentes pelo software.

Troque o duvidoso pelo certo

Outro aspecto é o que fazer com as variáveis fornecidas pelo ERP. Já sabemos qual rumo queremos tomar e, provavelmente, o que precisamos fazer para atingir o objetivo. Sendo assim, com os dados em mãos, é hora de avaliá-los junto ao que já possuímos. Por vezes, não será necessário usar o feeling para decidir entre uma abordagem ou outra, uma estratégia ou outra, pois os dados fornecidos pelo ERP praticamente apontarão a decisão a ser tomada para seguir com os objetivos da empresa.

Mas haverá momentos em que alguns dados te deixarão pensativo sobre qual estratégia adotar, e é nessa hora que o feeling vai ajudá-lo, pois, com a ajuda do ERP, você terá todas as informações pertinentes e relevantes à mão.

Como você toma suas decisões de negócio? Compartilhe conosco o que acha dos sistemas ERP e como tem sido beneficiado por eles!

Compartilhe