Cadastre-se e assista uma demonstração online

Demonstração Interativa

Acesse e conheça todos os detalhes do software Advanced Business ERP

Advanced Business E.R.P

Como aumentar a produtividade em época de crise

Como aumentar a produtividade em época de crise

Definitivamente, os números de 2015 não foram nada animadores. A inflação oficial ficou em 10,71% no ano, o maior índice desde 2002, as taxas de desemprego bateram recordes, viu-se bastante dificuldade na obtenção de financiamentos e o PIB teve retração de 3,8%, o pior resultado em 25 anos. Em um cenário com tantas adversidades, as empresas precisam buscar alternativas para se manter sustentáveis. Entre preocupações com o aumento nas vendas, com a redução dos custos fixos e variáveis e com a implementação de políticas de reestruturação (como downsizing), uma outra ideia fixa permeia as discussões acaloradas nas salas de reuniões das empresas nacionais: o aumento da produtividade.

Cruzar o valor investido em cada profissional e os resultados obtidos em momentos de retração é comum para a tomada de decisões em relação à imposição de metas ou a readequações no quadro de colaboradores. Mas é preciso olhar para além dos números, realmente compreendendo como aumentar a produtividade de sua equipe em momentos críticos. E isso passa também pelo gestor. Não sabe como aumentar a produtividade em meio a incertezas? Pois vamos apontar alguns caminhos a partir de agora! Então confira:

Centralize compras e estabeleça relações com fornecedores

Centralizar o processo de compras reduz custos, já que evita aquisições desnecessárias, além de permitir negociações em maior quantidade, o que automaticamente dá ao gestor um maior poder de barganha. Trabalhar com poucos fornecedores, construindo uma relação de parceria sólida de longo prazo, também auxilia no alcance de preços melhores. E tudo isso significa redução nos custos de produção. Aí a lógica é simples: se os gastos são menores, essa diferença pode ser jogada no preço final do seu produto ou serviço, o que garante maior chance de elevar suas vendas mesmo em tempos de crise econômica.

Crie clubes de fidelidade e esteja mais próximo dos clientes

Empresas que tradicionalmente conseguem ultrapassar o furacão da crise com poucas sequelas são, em geral, aquelas que conseguem reter seus consumidores durantes as fases mais críticas do processo de vendas. E se a aquisição de novos clientes é dificultada pelo enfraquecimento do poder de compra, é preciso apostar todas as fichas nos clientes habituais! Por isso, em tempos de retração, taxa de churn (saída de clientes da sua base ativa) passa a ser um termo quase impronunciável. Nesse cenário, milhas, pontos, cupons de desconto, promoções e bônus são muito bem-vindos.

O ideal é que sua empresa se aproxime dos clientes, interagindo de forma particular com cada um deles, por meio, sobretudo, das mídias sociais. Lembre-se de que o consumidor da era digital valoriza a personalização e a possibilidade de participar do desenvolvimento dos produtos ou serviços que mais usa. Então permita que seu público o auxilie na criação e no aprimoramento de seus produtos! Isso ajuda a engajá-los, fazendo com que se sintam parte do projeto. A valorização perante a empresa virá por meio de estímulos à sua participação ativa, por meio de descontos em seus produtos preferidos, bônus e estratégias afins.

Defina quaisquer metas juntamente com seus colaboradores

Se a empresa quer vender mais, deve produzir mais. Para isso, é fundamental, antes de qualquer coisa, ter um sistema de gestão que colete e agregue dados com todos os registros das movimentações feitas na empresa, a fim de que seja possível ter em mãos relatórios e gráficos com indicadores de desempenho tanto individuais como por departamento. A partir disso, deve-se formular metas audaciosas, mas que sejam realistas e em concordância com a equipe. A imposição de metas aleatórias e autoritárias só intensificará a desmotivação de seus colaboradores, o que, no médio prazo, significa aumento nas taxas de turnover, desagregação da equipe e, por fim, redução na produtividade global da empresa.

Conte com um único e integrado sistema de gestão

Sabia que as falhas de comunicação são indiretamente responsáveis por boa parte dos custos das organizações? Elas resultam em retrabalhos, desperdício de materiais e erros na realização de tarefas, dentre outros percalços. O problema é que muitas empresas ainda subestimam o poder da inteligência de negócio, adiando a troca de seus sistemas ultrapassados por uma solução moderna em gestão empresarial, que integre os departamentos e concentre, em uma só plataforma, todas as informações do negócio.

Um sistema de gestão de ponta permite, por exemplo, que um pedido de venda aprovado gere automaticamente a baixa no estoque, além do registro competente no fluxo de caixa, a emissão das notas fiscais, e a definição da melhor rota de entrega, tudo simultaneamente e praticamente sem necessidade de intervenção humana. Isso representa profissionais liberados para se dedicarem mais ao aumento da produtividade e menos a tarefas meramente burocráticas. Os principais benefícios de um sistema de gestão empresarial são:

  • Controle integrado de todas as áreas da empresa, incluindo gestão de clientes, ordens de serviço, orçamentos personalizados, controle de atividades, garantias, estoques, compras, financeiro, nota fiscal eletrônica e ferramentas gerenciais;
  • Gerenciamento em tempo real de cada atividade desenvolvida pelos colaboradores, por meio de status personalizados e avisos automáticos sobre alterações;
  • Geração de propostas personalizadas de acordo com cada segmento;
  • Concentração de todos os dados da empresa em uma única plataforma que, por estarem hospedados na nuvem, podem ser acessados por qualquer usuário autorizado de qualquer ponto com acesso à internet;
  • Gestão financeira de excelência, evitando atrasos no faturamento, cobranças devidas não realizadas ou a não renovação de contratos por falha humana, já que esses sistemas disponibilizam alertas automáticos;
  • Controle de estoque automatizado, com cálculos eletrônicos de variáveis (como ponto de pedido e estoque de segurança).

Procure flexibilizar ao máximo a burocracia

Redesenhe seus processos internos, de modo a reduzir os níveis de aprovação. Dar maior empoderamento a seus colaboradores, a fim de que eles passem a ter maior poder de decisão também ajuda a aumentar a produtividade, motivar a equipe e reduzir custos com a lentidão dos procedimentos. Lembre-se de que, muitas vezes, o tempo que se perde querendo assegurar a perfeição custa muito mais caro do que o preço de uma eventual falha.

Percebeu que aumentar a produtividade depende também dos gestores? Então aproveite o ensejo para assinar nossa newsletter e se manter atualizado a respeito das melhores práticas de gestão empresarial!

 
Compartilhe