Cadastre-se e assista uma demonstração online

Demonstração Interativa

Acesse e conheça todos os detalhes do software Advanced Business ERP

Advanced Business E.R.P

8 curiosidades sobre o ERP que você precisa conhecer

8 curiosidades sobre o ERP que você precisa conhecer

Cada empresa é única, tem sua particularidade, público-alvo, porte e segmento. Porém, não tem como discordar que todas precisam de um software de gestão eficiente. Pensando nisso, listamos 8 curiosidades sobre o ERP que podem te ajudar na hora de escolher o sistema ideal para seu empreendimento.

As funcionalidades foram comentadas pelo diretor executivo da ADV Tecnologia e especialista em software de gestão, José Claudio.

Confira!

 

1. Integração entre todos os departamentos

Uma das curiosidades sobre o ERP é a possibilidade de conseguir integrar todos os departamentos do seu negócio. Com isso, você substitui as planilhas. “Normalmente, o gestor utiliza diversas planilhas, para cada módulo da empresa, mas ela não são integradas. Com o ERP você consegue integrar todas essas tabelas”, explica o especialista em software de gestão, José Claudio.

O sistema vai integrar as informações de venda, por exemplo, com o financeiro.

 

2. Executar funcionalidades externas

Além disso, o ERP oferece funcionalidades externas para sua empresa como a emissão da nota fiscal. “Você tem o Sefaz, que é o órgão do governo responsável por regulamentar a emissão da NF-e, e você tem o sistema. O ERP vai fazer o pedido, o Sefaz validar e sua nota será emitida”, conta José Claudio.

Antes, sem um sistema de gestão, a emissão acontecia de forma manual. Agora, com a NF-e 4.0, o empresário será obrigado a ter um software para conseguir cumprir com suas obrigações fiscais.

 

3. Única base de dados

Mais uma vez, fazendo um comparativo com as planilhas, no ERP você tem uma base de dados única. Um banco que será alimentado por diversas pessoas e departamentos, mas concentrado em um único local.

“A partir dessa base de dados, que será a receptora, você pode extrair informações para tomar decisões, ou até mesmo gerar relatórios gerenciais. Uma das curiosidades sobre o ERP é a possibilidade de cruzar os dados”,  afirma o especialista em software de gestão.

 

4. Integração com e-commerce

Uma grande funcionalidade e curiosidade sobre o ERP é a possibilidade de integrar a sua loja virtual ao sistema. Ou seja, ao fazer um pedido você não terá o retrabalho de digitá-lo. Ele irá cair na base de dados, aguardará uma aprovação, mas o usuário não terá que abrir um novo processo.

 

5. Controle de estoque

Ao procurar por um software para distribuidora, por exemplo, muitos empresários buscam por uma ferramenta que faça um controle de estoque impecável.

“É fantástico ver que o estoque de um produto tinha um número x e quando ele fazia a venda, olhando no estoque eletronicamente, esse número mudava. Essa ferramenta é mágica”, conta o especialista em software de gestão, que está na área há mais de 20 anos.

Sem um ERP, a empresa precisa fazer um controle ou inventário de estoque manualmente. Essa é uma área do negócio que precisa ser vista com cuidado, pois pode mexer totalmente com o faturamento e lucro.

 

6. Alertas inteligentes

Você já parou para pensar em como seria incrível receber um aviso sobre a quantidade de um produto vendido nos últimos três meses? Ou seu vendedor ser notificado sobre um orçamento pendente há 30 dias? Essa é uma das grandes curiosidades sobre o ERP.

Com base nas informações, o sistema consegue gerar alertas para os usuários e auxiliar na tomada de decisões gerenciais e estratégicas. “A inteligência do sistema é transformar dados em informações gerenciais para que a empresa tenha um gerente 24 horas por dia, 7 dias por semana”, pontua José Claudio.

 

7. Aumento de produtividade

Com todas as funcionalidades citadas acima, fica claro que uma empresa que investe no ERP aumenta sua produtividade. O retrabalho de processos acaba e você consegue fazer diversas atividades em uma única ação.

O aumento de produtividade gera crescimento no faturamento e até no lucro para o seu negócio.

 

8. Não gera desemprego

Apesar de muitos acreditarem que o software tira empregos, já que ele consegue fazer sozinho o trabalho de várias pessoas, não é bem assim. Quem utiliza o ERP, adquire conhecimento e tem uma atividade mais inteligente.

“O sistema não gera desemprego, mas agrega valor no emprego de um colaborador. Um professor me disse uma vez que as pessoas deixam de fazer trabalhos mecânicos ao utilizar o ERP. E eu concordo”, explica José Claudio.

Compartilhe